A Notícia

Guia do Vale
do Rio Grande

Cotação do Dólar

Publicidade

Solenidade de denominação do Prédio Sede do Poder Legislativo “Câmara Municipal Pref. Dr. Luiz Desidério Borges”

 A sede do Poder Legislativo de Paulo de Faria/SP, por meio da Resolução n.º 002, de 10 de setembro de 2019, a qual “DISPÕE SOBRE DENOMINAÇÃO DO PRÉDIO SEDE DO PODER LEGISLATIVO DO MUNICÍPIO DE PAULO DE FARIA, ESTADO DE SÃO PAULO e dá outras disposições, passou a denominar-se “CÂMARA MUNICIPAL PREF. DR. LUIZ DESIDÉRIO BORGES”. Foram convidados autoridades e amigos do saudoso “Doutor Luiz”. Fez o cerimonial da Solenidade o Professor Antônio Geraldo Pagoto, que iniciou dando as boas-vindas aos amigos e autoridades presentes. A Presidente vereadora Amélia Maria Borges de Oliveira, quem propôs à Mesa Diretora a autoria da referida Resolução, e na ocasiãoagradeceu a todos que dispuseram do valioso tempo para honrar o Legislativo Municipal. No público presente estavam o Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal o Senhor Marlon José Bernardes Pereira, Vice-Prefeito Municipal o Senhor Gláucio Antônio Ribeiro Borges, a viúva Senhora Maria Helena Ribeiro Borges, as filhas Martha Helena Ribeiro Borges Nogueira, Sandra Helena Ribeiro Borges Cabrera Mano, as netas Manoela, Matheus e Rafaela e sobrinha Rosana Silveira Desidério Saad, também a sobrinha e Prefeita da cidade de  Indiaporã/SP, a irmã e escritora Neide Martins, bem como amigos de longas datas e admiradores do homenageado da noite. Amigos e familiares se emocionaram com a homenagem. A Presidente Amélia Maria Borges de Oliveira enfatizou que a noite  do dia 21 de novembro tinha um brilho especial, no céu observa-se que  uma estrela brilhava com maior intensidade, talvez seja por alegria e felicidade, talvez seja demonstração de afeto e carinho, por um povo sofrido, que luta, que chora, que sonha, que ama, que sorri mesmo diante das dificuldades diárias...Disse que o coração de seus amigos e familiares se encheu de alegria, por esta singela homenagem ao saudoso Doutor Luiz Desidério Borges, homem político honrado, considerado “pai das pessoas carentes” de nossa cidade, que demonstrou por suas ações, simpatia, dedicação e amor ao próximo ser um HOMEM DE BEM. “O verdadeiro homem de bem é aquele que pratica a lei de justiça, de amor e de caridade na sua maior pureza. Se ele interroga sua consciência sobre os atos realizados, ele se pergunta se não violou essa lei, se não fez o mal, se fez todo o bem que podia, se ninguém tem nada a se lamentar dele, enfim, se ele fez a outrem tudo aquilo que queria que os outros lhe fizessem”. (Allan Kardec). O público presente se emocionou com a trajetória de vida e dedicação de “Desidério”, especialmente ao nosso Município. Usaram a palavra para expressar sentimento de alegria e gratidãoos vereadores Lourdes Ribeiro e Renato da Silva Pereira, o Vice-Prefeito Municipal Gláucio Antônio Ribeiro Borges, o Prefeito Municipal Marlon José Bernardes Pereira, Maria Helena Ribeiro Borges, Jussara Paiva, Maria Henriqueta Ribeiro Gameiro e finalizando a Presidente vereadora Amélia Maria Borges de Oliveira. 

A escritora Neide Martins, prestigiou o evento com breve biografia da vida do Doutor Luiz Desidério Borges:
LUIZ DESIDERIO BORGES nasceu no Rio de Janeiro, no dia cinco de outubro de mil novecentos e quarenta. Filho de Carmen Desiderio de Almeida Borges e José Ferreira Borges.Estudou nos Colégios Juruena e Andrews (RJ). Formou-se em Direito, na faculdade Cândido Mendes (RJ). Casou-se com a paulista Maria Helena Ribeiro, na cidade de São José do Rio Preto – São Paulo. O casal teve duas filhas: Martha e Sandra. Martha é esposa do engenheiro César Nogueira Júnior. Eles tiveram as filhas Manoela e Rafaela. E Sandra casou-se com o advogado e agropecuarista Maurício Cabrera Mano. O casal teve os filhos Mariana, Pedro e Mateus.A vida pública de Luiz Desiderio teve início quando ele tinha treze anos de idade, ao fazer um discurso por ocasião do assassinato do Major Rubens Florentino Vaz. O alvo do atentado era o jornalista Carlos Lacerda, contrário a política reinante. O Major Vaz, segurança de Lacerda, foi vítima do atentado.O pai de Luiz Desiderio escreveu o discurso que o filho decorou e, com a eloquência e o dom de oratória que possuía desde aquela época, falou durante a cerimônia do sepultamento do Major Vaz, o que causou admiração as pessoas que lotavam o cemitério. Seria impossível que a vida pública não fizesse parte do currículo do inteligente e batalhador Luiz Desiderio. Seu avô, Major Desiderio, abraçou a política em Minas Gerais. Era conhecido por ser um homem honesto e defensor do direito da população. Abandonou a política, já idoso, mudando-se para o Rio de Janeiro com a família. O pai de Luiz, José Borges combateu em Minas Gerais os políticos que exerciam os cargos como população. Posteriormente, ele, a esposa e os filhos Neide e Luiz fixaram residência no Rio de Janeiro, assim como fizera o sogro. Na juventude, Luiz Desiderio participou ativamente da assessoria do Deputado Talarico, político de renome do Rio de Janeiro.  No início do matrimônio, Luiz e Maria Helena mararam no Rio de Janeiro, posteriormente, o casal mudou-se para São José do Rio Preto – SP, onde Desiderio exerceu a advocacia ao lado do primo, o brilhante advogado Orlando Desiderio Rocha. Algum tempo se passou, e eles organizaram mais um escritório, em Paulo de Faria. Trabalharam intensamente nas duas cidades, em diversas áreas do Direito. Luiz Desiderio apoiou o cunhado Oscar Ribeiro Filho, quando este se candidatou a Prefeito de Paulo de Faria. Oscar venceu a eleição.Anos depois, em 1988, Desiderio foi eleito para seu primeiro mandato de Prefeito, em Paulo de Faria, cidade e povo que sempre amou, sendo empossado em janeiro de 1989. A sua chapa tinha como Vice-Prefeito, um dos nomes conceituados de Paulo de Faria, Ary Floriano de Athayde. No segundo mandato de Desiderio,1997 a 2000, ele teve como Vice-Prefeito outro paulofariense que só podia enriquecer a administração, colaborando com o seu trabalho, Nelson Pereira. Desiderio contou sempre com a assessoria do primo Orlando Rocha. Em 1999, Luiz Desiderio foi eleito presidente da AMA (Associação dos Municípios da Araraquarense) que congrega oitenta e oito municípios. É uma entidade política sem fins partidários e tem por finalidade prestar assessoria técnico-jurídica aos prefeitos. Luiz Desiderio também dispensou muita atenção à entidade que presidiu, trabalhando em benefício de todos. No terceiro mandato de Prefeito, de 2005 a 2008, Desiderio contou com a presença do professor Ênis Fonseca, como Vice-Prefeito, homem público respeitado na cidade. Em Paulo de Faria, Luiz Desiderio, trabalhou incessantemente em benefício da população, visando as necessidades das pessoas carentes. *Criou o Pronto Socorro para dar atendimento médico mais rápido aos que estivessem enfermos e a ele recorressem, desafogando assim a Santa Casa.  *Se os médicos de Paulo de Faria fossem poucos para cuidar de tantos doentes, Desiderio contratava médicos de outras cidades para que os ajudassem. *Construiu creches para crianças, colaborando com as mães que trabalhavam fora do lar. A creche do bairro Nosso Teto recebeu merecidamente o nome do Padre Francisco José Gaissner, sacerdote que procurava auxiliar as crianças carentes do município.  *Sentiu necessidade de construir o Ginásio de Esporte para que crianças e jovens tivessem um local apropriado para a prática esportiva.*Ao lado do Ginásio de Esporte, na sua administração, foi construída a Casa de Cultura, onde são realizadas importantes palestras, lançamento de livros, entre vários eventos culturais. Aulas de balé, de canto e de música têm o seu espaço garantido na Casa de Cultura.  *Em todas as suas administrações, Desiderio preocupou-se bastante com a saúde das crianças. Destas vão depender o futuro de uma Cidade, de um Estado, de um País, dizia ele. Nas creches e nas escolas, o incansável administrador estava sempre atento para que a alimentação fosse farta e saudável.*Ampliou a Escola Vicente Luiz da Costa.  *Reformou a Escola Nélson Alves Tremura.  *Levou as festas da cidade para a rua, a fim de que todos os moradores de Paulo de Faria pudessem participar. Local escolhido para os eventos populares: Praça Peregrine Benelli.  *Uma pequena parte das margens do rio Grande, que banha a cidade, transformou-a numa praia artificial, com areia, quiosques e restaurante. O propósito era oferecer à população da cidade um local de entretenimento. Nos fins de semana, a Prainha, como ficou conhecida, recebia grande quantidade de moradores da cidade que lá passavam horas agradáveis. Muitos dormiam nos quiosques.   *A Prefeitura, durante os mandatos de Luiz Desiderio, comprou diversos terrenos onde foram construídas casas, inclusive pela Campanha de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU). Deste modo, a população de menor renda teve a alegria de possuir a casa própria.Relacionava-se Luiz Desiderio com autoridades de São Paulo, onde ia buscar verba para concretizar as suas obras. Muitas vezes, a verba era negada, mas Desiderio não desistia delas, voltava a solicitá-la tantas vezes quantas fossem necessárias para conseguir o seu intento. E conseguia. A realização da obra dependia daquela verba. Com esforço e desprendimento ia obtendo verbas destinadas à saúde, às escolas, ao melhoramento do asfalto, entre outras necessidades. *Desiderio adquiriu ambulâncias, ônibus e perua Kombi para transportar respectivamente doentes que precisassem recorrer à outra cidade, crianças que residiam em sítios, chácaras ou fazendas em idade de frequentar escola e jovens que estudavam em cidades vizinhas. *Trouxe para Paulo de Faria uma rádio que teve como diretor o professor Francisco de Freitas Borges.*Certa ocasião, o óleo de soja sumiu das prateleiras dos supermercados de Paulo da Faria, o então Prefeito Desiderio comprou quatro mil latas de óleo de soja, vendendo-as ao povo abaixo do custo.*Houve época em que as creches do Patrimônio Novo e Nosso Teto abriam para receber as crianças às quatro horas da manhã, porque as mães tinham que trabalhar naquele horário. O micro-ônibus ia buscar as crianças de madrugada e nada lhes faltava.  *A 1ª Expo Arte foi realizada durante um dos mandatos de Desiderio. Ele procurava atender aos pedidos dos moradores de Paulo de Faria na divulgação dos dotes artísticos e culturais do povo. *Como forma de incentivar os pequenos produtores criou, aos domingos, as Feiras *Foram plantadas mudas de árvores por toda a cidade para que no verão ela ficasse mais arejada.*Cuidou do chafariz da Praça da Matriz. Deu-lhe também bela iluminação para que enfeitasse ainda mais um dos locais que os moradores da cidade gostavam e gostam de passear. *Fez uma trilha própria para a caminhada diária dos paulofarienses, localizada no bairro Jardim Morumbi.*Por ocasião do término de um mandato, Desiderio recebeu um aviso de Brasília, comunicando que o seu pedido tinha sido aceito. Era a permissão para que fosse internada no Hospital Sara Kubitschek uma jovem paulofariense com deficiência física. A bonita jovem entrou no hospital deitada numa cama, pois não se sentava, e saiu de lá, quatro meses depois, sentada numa cadeira de rodas, fornecida por um amigo de Desiderio, que trabalhava no hospital. Essa foi uma das muitas solicitações feitas por ele durante os seus mandatos. E por aí seguem os benefícios ao povo e as benfeitorias à cidade de um homem público que sempre visou o bem-estar de todos. O carioca Luiz Desiderio trocou a sua cidade natal por Paulo de Faria/SP. Ele se considerava mais paulista do que carioca. E aos poucos foi se afastando do Rio de Janeiro. O laço que o unia àquela cidade era a família que lá deixou.Desde que se tornou Prefeito de Paulo de Faria/SP, a vida pública de Desiderio tinha o objetivo de auxiliar os menos favorecidos e a cidade. E isto ele fez à custa de muito trabalho, dedicação e amor ao próximo. Faleceu no dia do seu aniversário, cinco de outubro de dois mil e quinze, em São José do Rio Preto, vítima de AVC (Acidente Vascular Cerebral). No velório, realizado na Câmara Municipal de Paulo de Faria/SP, compareceram muitos políticos de São Paulo, de Brasília, de São José do Rio Preto e de Paulo de Faria, além de amigos, admiradores e eleitores de Luiz Desiderio. A Praça PeregrinoBenelli, em frente à Câmara Municipal, ficou repleta de pessoas que desejavam prestar a última homenagem ao ex-prefeito. Em grande quantidade, chegaram flores variadas e coroas de flores à Câmara, durante o velório, em sinal da admiração que todos tinham por Luiz Desiderio, o defensor da classe menos favorecida, o batalhador pelo direito do povo, amigo de todos. Desiderio quis ser enterrado em Paulo de Faria, onde mandara construir uma sepultura, para que fosse a sua morada eterna. E assim foi.Passaram-se os anos, mas Luiz Desiderio continua na lembrança daqueles que sempre acreditaram nele como homem digno, trabalhador e defensor do povo. Até hoje muitas pessoas falam palavras carinhosas quando se referem ao Prefeito e Amigos Desiderio.

Fotos do Evento

aaa

Copyright 2020 | Todos os direitos reservados à A Notícia